O desejo por água potável e absolutamente segura para a ingestão é, sem sombra de dúvidas, a principal razão que move o consumidor na compra de um filtro. Mas afinal, qual é o melhor filtro de água, tanto para uso doméstico quanto comercial?

No mercado nacional, existe uma infinidade de modelos de filtros à disposição do consumidor, desde produtos mais simples até equipamentos mais sofisticados e modernos.

De fato, existem filtros equipados com diferentes tecnologias, elementos filtrantes, funcionalidades, recursos e com preços variados.

Entre as principais e mais conhecidas opções estão os tradicionais filtros de barro, os filtros acoplados a torneiras, os ozonizadores, os purificadores e os Filtros Centrais.

Mas na hora de escolher o modelo ideal para sua casa, loja ou empresa, é preciso considerar aquela que é a principal e mais importante característica de um bom filtro: sua capacidade de remover microrganismos e partículas nocivas à saúde presentes na água.

Índice

Água Filtrada: Sinônimo de Saúde e Bem-estar

Os filtros de água para uso doméstico são equipamentos importantes em qualquer sociedade, mas especialmente em países onde o acesso ao saneamento básico (água tratada e redes de coleta/tratamento de esgoto) ainda é problemático.

No Brasil, a distribuição pública de água tratada é um serviço que beneficia 87,3% da população, segundo o Sistema Nacional de Informações sobre Saneamento (SNIS 2019).

Porém, outros 35 milhões de brasileiros ainda não têm o direito básico de ver água tratada jorrar de suas torneiras para o atendimento de suas diversas necessidades – ingestão, banho, higiene bucal, lavagem e cozimento de alimentos, entre outras.

Pior que isso, esse déficit de acesso à água tratada infelizmente afeta 14,3% das crianças e adolescentes do país, segundo a UNICEF (Fundo das Nações Unidas para a Infância).

Um problema gravíssimo, que deixa esta faixa etária suscetível a doenças e problemas de saúde provocados por água contaminada, mas que também compromete o desenvolvimento social e cognitivo desta geração.

Em todo o planeta, a falta de água tratada é um problema que afeta um em cada três habitantes, afetando 2,2 bilhões de pessoas, de acordo com dados da Organização Mundial da Saúde (OMS) e da UNICEF.

A principal consequência dessa carência é o surgimento de problemas de saúde – como desidratação do organismo, enfraquecimento do sistema imunológico,

mau funcionamento renal e desequilíbrio da pressão arterial – e a proliferação de doenças como, por exemplo, leptospirose, cólera, hepatite A, febre tifóide, esquistossomose e lombriga (ascaridíase).

Os Diferentes Tipos de Filtros

Quando se fala em filtros residenciais, basicamente existem cinco categorias em termos de tecnologia:  filtros de barro, filtros acoplados a torneiras, ozonizadores, purificadores e Filtros de Água Centrais.

Uma grande variedade desses filtros é facilmente encontrada em lojas, sites, representantes exclusivos, supermercados e outros pontos de venda.

Abaixo, veja as principais características de cada tipo de filtro de água:

1.   Filtro de barro – tradicional equipamento para a filtragem de água que, no Brasil, existe desde o início do século 20. É construído em cerâmica, possui dois reservatórios e em seu interior há uma vela porosa que possui camadas com cerâmica microporosa e elementos filtrantes. Esta vela (que deve ser substituída periodicamente) filtra a água quando ela passa do reservatório superior para o inferior.

2.   Filtro acoplado à torneira – nesses aparelhos, normalmente instalados na pia da cozinha ou na parede, a filtragem é estimulada pela pressão da água, quando se abre a torneira ou registro. Os modelos são construídos em plástico ou metal e possuem refis filtrantes que devem ser substituídos a cada seis meses.

3.   Ozonizador – filtros que utilizam o gás ozônio (O₃) como elemento purificador da água. Por sua alta capacidade de oxidação, o ozônio é utilizado na tarefa de eliminar bactérias e microrganismos presentes na água.

4.   Purificador – os purificadores de água são conectados ao encanamento e também executam a filtragem da água com a ajuda de pressurização. Por meio dela, a água é submetida a diferentes elementos filtrantes para a remoção de impurezas e partículas em suspensão. Conforme o modelo, possui recursos como refrigeração e aquecimento da água.

5.   Filtro Central – geralmente instalados nas áreas externas dos imóveis (após o hidrômetro), são dispositivos que realizam o tratamento complementar da água proveniente das redes de abastecimento público e, em seguida, distribuem água filtrada para todos os pontos de saída de água. São equipamentos robustos, construídos em aço inox, que não dependem de energia elétrica e que garantem a oferta de água apropriada para o consumo humano.

Por Que Ter um Filtro de Água Central?

Filtro de Água Central – geralmente instalados nas áreas externas dos imóveis (após o hidrômetro), são dispositivos que realizam o tratamento complementar da água proveniente das redes de abastecimento público e, em seguida, distribuem água filtrada para todos os pontos de saída de água da residência.

Pode-se dizer que os Filtros Centrais se assemelham a pequenas estações de tratamento de água destinadas ao amplo uso doméstico, comercial e industrial.

A principal vantagem de um Filtro Central FUSATI é a possibilidade da dupla potabilidade da água em todos os pontos de conexão hidráulica do imóvel.

Isso ocorre porque o Filtro Central – que normalmente é instalado imediatamente após o hidrômetro – depois de receber a água de abastecimento, previamente higienizada nas Estações de Tratamento de Água (ETA), ainda executa um tratamento complementar de desinfecção e retirada de impurezas.

Mas a eficiência do Filtro Central FUSATI também se dá nas regiões onde não há redes de distribuição pública, por exemplo em localidades que são abastecidas por água de poço que, geralmente, possuem quantidades excessivas de minerais como ferro e manganês.

Nessas áreas, a instalação de um Filtro de Água Central FUSATI é o suficiente para garantir a oferta de água livre de sujeiras, impurezas e substâncias contaminantes que podem causar doenças e outros males à saúde.

Vale destacar que, além do uso residencial, os Filtros Centrais são equipamentos que também atendem perfeitamente demandas de água potável e filtrada em comércios, empresas e indústrias.

Sete Camadas de Quartzo

Os diferentes modelos de Filtro Central FUSATI são famosos por sua versatilidade, já que são capazes de tratar vazões que variam de 800 litros por hora a 2000 litros/hora.

No interior do filtro, todo esse volume de água percorre sete camadas de quartzo, onde ocorre remoção de impurezas e partículas de 5 a 15 μm.

A economia é outro importante benefício dos Filtros de Água Centrais FUSATI. E ela se dá em duas frentes: na poupança de energia elétrica (gasto zero!), já que são equipamentos que não dependem dela para o seu funcionamento, e na redução de custos com a substituição de elementos filtrantes, pois dispõem do recurso da retrolavagem (autolimpeza com a reversão do fluxo de água).

A segurança e qualidade técnica dos Filtros Centrais FUSATI são endossadas pelos certificados pelo Instituto Nacional de Metrologia, Qualidade e Tecnologia (Inmetro). E também pelos mais de 50 mil clientes FUSATI espalhados pelo Brasil.

Ligue para a FUSATI

Telefone/WhatsApp: (19) 3301-6660

Sumário
Qual é o melhor filtro de água?
Nome do Artigo
Qual é o melhor filtro de água?
Descrição
Qual é o melhor filtro de água? Os filtros de água para uso doméstico são equipamentos importantes para a saúde e bem-estar. Filtro de Água Central - instalados nas áreas externas dos imóveis (após o hidrômetro), são dispositivos que realizam o tratamento complementar da água proveniente das redes de abastecimento público e, em seguida, distribuem água filtrada para todos os pontos de saída de água da residência.
Autor
Publicado por
FUSATI
Marca
Podemos ajudar! Fale com um especialista em Tratamento e Filtros de Água.