A corrida contra o tempo e um inimigo assustador, letal e ainda pouco conhecido é frenética. Acima de tudo, é uma corrida em prol de vidas humanas. Mas enquanto os cientistas do mundo todo não descobrem uma vacina eficaz contra o coronavírus (Covid-19), por hora a Organização Mundial de Saúde (OMS) e um monumental exército de infectologistas, sanitaristas e outras autoridades médicas recomendam as seguintes regras preventivas para atenuar o impacto do vírus e sua pandemia: evitar aglomerações e permanecer em isolamento social; não compartilhar objetos pessoais; cobrir o nariz e a boca ao espirrar ou tossir; manter os ambientes bem ventilados; e principalmente lavar constantemente as mãos e pulsos com água e sabão. 

Mais uma vez, a água, fundamental e essencial à vida humana, ressurge como um elemento primordial num momento de crise global. Neste caso, como um agente positivo a serviço da higiene pessoal e da assepsia corporal, de objetos e alimentos que, fortuitamente, possam ser difusores da doença.

Apesar da massiva recomendação para a população usar álcool gel como forma de desinfecção do temido vírus, vale salientar que a utilização do eficiente produto não substitui a lavagem adequada das mãos. Fato comprovado até o momento é que a água associada a diversos agentes desinfetantes (sabonete, sabão, detergente, água sanitária, cloro e outros) se mantém soberana no ‘front’ da higienização de pessoas, objetos e espaços do cotidiano – residências, hospitais, prédios, conjuntos comerciais, salas de espetáculo, aeroportos e todo tipo de local onde acontece a aglomeração de pessoas.  

No âmbito doméstico, a orientação fundamental durante a pandemia – que vem sendo repetida sistematicamente por especialistas da área da saúde – é a frequente higienização de cômodos, sanitários, lavanderia, áreas externas e cozinha. Essa prudente lógica sanitária e sua eficiência, contudo, dependem exclusivamente do fornecimento contínuo de água de qualidade. A água devidamente tratada reforçará a defesa contra a propagação do Covid-19.

Considerando a urgência desse cenário preventivo, dispositivos como os chamados filtros centrais de água – que são conectados logo após o hidrômetro dos imóveis -, hoje, mais do que nunca, despontam como equipamentos essenciais à saúde e ao bem-estar da família, de trabalhadores e usuários de espaços comunitários como shoppings, clubes, lojas, unidades hospitalares e outras dependências/estabelecimentos. Isso porque garantem o abastecimento de água tratada e livre de impurezas sólidas e biológicas como areia, limbo, argila, ferrugem e outros resíduos que são transportados pela água de abastecimento público.

Dois eficazes equipamentos com essa precisão no tratamento da água são o Filtro de Água Residencial e o Filtro Central de Água, produtos de alta tecnologia desenvolvidos e comercializados pela FUSATI – fabricante de filtros residenciais, comerciais, industriais, para condomínios, poços artesianos, com funções decloradoras, de remoção de metais (manganês e ferro) e outras características específicas.   

Alguns pesquisadores do segmento da saúde afirmam que a chance de contaminação é grande em relação às embalagens de alimentos e a maneira como eles foram manuseados. Isso significa que potes, tigelas, utensílios como talheres e eletrodomésticos em geral (geladeira, fogão, freezer, liquidificador, batedeira e outros) também consistem em fontes de contaminação. 

Certo também é que nesses dias de alerta e preocupação é mais do que obrigatória a cuidadosa higienização de frutas, legumes e verduras, além de louças, talheres e outros itens de cozinha. De forma segura, essa tarefa é facilitada por esses e outros filtros do catálogo do Grupo FUSATI, que garantem o fornecimento de água segura, cristalina e potável.   

O mesmos alertas e cuidados também valem para peças de vestuário, calçados, roupas de cama, cortinas, telefones e outros aparelhos domésticos, controles remotos, mesas, cadeiras e toda forma de mobília, interruptores de luz, pisos, vasos, pias, boxes de banheiro, portas, maçanetas e uma infinidade de objetos e superfícies que podem ser propagadores do Covid-19. Novamente, as orientações vão desde a desinfecção com álcool até a lavagem com sabão, água sanitária e desinfetantes cujo uso doméstico é regularizado pela Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa).

A estratégia de resguardo de isolamento social se faz necessária nesse primeiro momento da pandemia. A outra estratégia é a prática de higienização pessoal, de objetos e ambientes. Toda crise traz diversas implicações, um legado importante será a atenção e prática na higienização pessoal, de objetos e ambientes. Isso tudo só é possível com a oferta abundante de água tratada e saudável para o consumo e outras necessidades humanas.

Sumário
Água Tratada: na linha de frente contra o Coronavírus (COVID-19)
Nome do Artigo
Água Tratada: na linha de frente contra o Coronavírus (COVID-19)
Descrição
A pandemia causada pelo coronavírus - COVID-19 - traz diversas implicações, um legado importante será a atenção e prática na higienização pessoal, de objetos e ambientes. Isso tudo só é possível com a oferta abundante de água tratada e saudável para o consumo e outras necessidades humanas.
Autor
Publicado por
Grupo FUSATI
Marca

Aviso: Coronavírus

Nossa equipe comercial esta completamente funcional por e-mail, whatsapp, telefone ou skype

Saiba mais aqui
Holler Box
Podemos ajudar! Fale com um especialista em Tratamento e Filtros de Água.