A presença excessiva de agrotóxicos na água de consumo humano é uma questão contemporânea e alarmante.

Um levantamento – baseado em dados do Ministério da Saúde (MS) – apontou a existência de resíduos de 27 tipos de defensivos agrícolas na água das redes de distribuição de 1.396 cidades brasileiras.

O Brasil é sabidamente uma superpotência agrícola.  Sem dúvida, é um dos países responsáveis pela segurança alimentar da população do planeta.

Porém, o uso crescente de enormes quantidades de produtos químicos nas lavouras causa severos impactos ambientais e à saúde pública.

No caso da água, recurso essencial à vida, sua contaminação por vários tipos de agrotóxicos favorece o surgimento de problemas hormonais, metabólicos, disfunções reprodutivas, inflamações crônicas, convulsões e doenças como cânceres. 

O problema da contaminação múltipla da água é tão grave que, geralmente, nem os mais modernos sistemas de tratamento de água são capazes de remover a grande concentração e variedade de agrotóxicos na água.

Contaminação da água de distribuição

A grande variedade de agrotóxicos na água de abastecimento foi registrada em 1.396 cidades do Brasil.

Em todos estes municípios foram detectados 27 tipos de defensivos agrícolas na água fornecida à população.

Isso significa que 1 em cada 4 cidades do país apresenta água contaminada.

Um verdadeiro “coquetel com 27 agrotóxicos”, segundo definição dos realizadores do Por Trás do Alimento, levantamento elaborado por meio de uma parceria entre três instituições (Repórter Brasil, Agência Pública e a organização suíça Public Eye) que mapeou o problema da contaminação da água por agrotóxicos.

Os Estados com maior número de municípios com esse tipo de problema hídrico são: São Paulo (504 cidades), Paraná (326), Santa Catarina (228), Tocantins (121) e Mato Grosso do Sul (65).

publicado em: https://portrasdoalimento.info/2019/04/15/coquetel-com-27-agrotoxicos-foi-achado-na-agua-de-1-em-cada-4-municipios/

Entre as cidades com a chamada “contaminação múltipla”, figuram capitais como São Paulo, Rio de Janeiro, Curitiba, Porto Alegre, Fortaleza, Florianópolis, Campo Grande, Cuiabá, Palmas e Manaus. 

De acordo com a legislação brasileira, a testagem dos 27 pesticidas detectados na água é obrigatória.

“Desses, 16 são classificados pela Anvisa como extremamente ou altamente tóxicos e 11 estão associados ao desenvolvimento de doenças crônicas como câncer, malformação fetal, disfunções hormonais e reprodutivas”, informam os realizadores do estudo.

O estudo Por Trás do Alimento foi feito a partir de dados do Sistema de Informação de Vigilância da Qualidade da Água (Sisagua).

Elementos Filtrantes: Quartzo, Carvão Ativado e Zeólita

A maioria das tecnologias de filtragem e tratamento da água para uso residencial, comercial e industrial utilizam minerais como elementos filtrantes.

Tal predominância está relacionada à comprovada eficiência sanitária de minerais como o quartzo, o carvão ativado e a zeólita – materiais que equipam a maioria dos dispositivos como filtros de cavalete, purificadores, Filtros Centrais e Estações de Tratamento de Água (ETA) de condomínios, indústrias e municípios. 

Esses três minerais – que possuem diferentes propriedades físico-químicas, granulometrias, capacidades de retenção de resíduos, vazões de filtragem e preços – são as opções mais frequentes e eficazes para os diferentes sistemas de tratamento e filtração de água.

Cristais de Quartzo

Elemento Filtrante: Quartzo, Areia, Carvão Ativado, Zeólita, Antracito, Seixo (pedregulho), Resina Catiônica e Aniônica

São, provavelmente, o tipo de material filtrante mais conhecido entre os consumidores.

Enquanto agente higienizador, o quartzo é bastante eficiente na remoção de partículas em suspensão, micro-organismos e outras impurezas da água.

Isso deve-se principalmente ao seu elevado teor de sílica (SIO₂), acima de 90%. Cabe observar que quanto maior a concentração de sílica, maior será a pureza da água tratada/filtrada.

E para reforçar a performance sanitária do quartzo, alguns equipamentos filtrantes inclusive possuem mais de uma camada do minério.

Para se ter uma ideia, o Filtro Central de Água FUSATI possui sete camadas de quartzo.

Carvão Ativado

Além de ser um excelente elemento filtrante também é reconhecido por sua aplicação em procedimentos terapêuticos, estéticos e na medicina.

Universalmente conhecido como uma substância ‘detox’, o carvão ativado – que é gerado a partir da queima de material orgânico como cascas de coco, cortiça e lascas de madeira – é um mineral poderoso na remoção de toxinas e impurezas do organismo.

Por ser um mineral cuja estrutura apresenta grande porosidade, possui alta performance depuradora (de extração de impurezas da água).

É um material filtrante comumente visto em filtros residenciais e sistemas de tratamento de água, esgoto e efluentes industriais.

Zeólita, zeólitos ou zeolite

O mineral zeólita é recomendado para o tratamento da água de distribuição pública, mas principalmente para o tratamento da água proveniente de fontes como rios, lagos, poços artesianos e outros mananciais, que geralmente apresenta excesso de minerais como ferro e manganês.

Os zeólitos são uma família de minerais aluminossilicatos hidratados que contêm metais alcalinos e alcalino-terrosos.

Esse grupo de minerais é conhecido como “pedras que fervem”, aparência que se dá quando são imersos em água.

O processo químico por trás do efeito borbulhante dos vários tipos de zeólita é a liberação de oxigênio presente nas suas cavidades porosas.

A zeólita possui baixa densidade, grande capacidade de adsorção e elevada capacidade de troca iônica.

Por todas essas vantagens, a zeólita é bastante empregada em sistemas de tratamento de água e de efluentes industriais.  Mas também é utilizada na formulação de medicamentos, fabricação de fertilizantes, processos de remediação de solos contaminados, refino de petróleo e outras finalidades. 

FUSATI: Excelência em Tratamento de Água

Desde a sua fundação, nos anos 80, a FUSATI trabalha de maneira contínua no desenvolvimento e aperfeiçoamento de tecnologias e soluções filtrantes.

Os filtros água centrais de água são aqueles que certamente apresentam a melhor solução de filtragem para a sua residência. A instalação desses filtros ocorre antes do reservatório de água e após o hidrômetro, e, portanto, possuem a função de filtrar toda a água da residência, partindo da sua entrada e atingindo todos os pontos de uso. O resultado é a obtenção de água tratada em todas as saídas de água da sua residência!

Somos uma companhia com mais de 50 mil clientes residenciais, comerciais e industriais em todo o Brasil.

Os equipamentos FUSATI fornecem água tratada e potável para famílias, condomínios, comércios, empresas do setor de serviços (hospitais, hotéis, instituições de ensino, shoppings) e indústrias de vários segmentos como alimentos, bebidas, medicamentos, cosméticos, produtos químicos, papel/celulose e outros.

Tanto a linha de modelos de Filtros Centrais quanto as pressurizadas, modulares e compactas Estações de Tratamento de Água (ETA) FUSATI – para uso industrial, comercial ou condominial – são equipamentos funcionais e modernos que garantem o fornecimento de água 100% segura para consumo humano ou aplicação em processos industriais.

Todos os dispositivos FUSATI são unidades geradoras de água absolutamente segura e em total conformidade com a Portaria GM/MS Nº 888, do Ministério da Saúde.

A Portaria Nº 888 é aquela quedefine a qualidade e os parâmetros de potabilidade da água no Brasil.

A FUSATI é nacionalmente reconhecida por sua expertise na fabricação de filtros e sistemas de tratamento de água. Sua excelência no segmento  é baseada nos pilares da qualidade, segurança hídrica da população, otimização de processos fabris, produtividade e sustentabilidade global.

Fale com a gente!

Consulte a FUSATI

Telefone/WhatsApp: (19) 3301-6660

Sumário
Agrotóxicos na Água
Nome do Artigo
Agrotóxicos na Água
Descrição
A presença excessiva de agrotóxicos na água de consumo humano é uma questão contemporânea e alarmante.
Autor
Publicado por
FUSATI
Marca
Podemos ajudar! Fale com um especialista em Tratamento e Filtros de Água.